LINHA DE PESQUISA E AÇÃO: HISTÓRIA DA CULTURA E DA PAISAGEM

HISTÓRIA DA CULTURA E DA PAISAGEM (ARTE, NATUREZA E CIDADE) (linha de pesquisa docente, 2001-em curso)

Corresponde à linha de pesquisa e ação do NEP: História da Cultura e da Paisagem: Representações e Poéticas

Desenvolve estudos de história cultural da natureza, da paisagem, da cidade e dos saberes e processos criativos do projeto do espaço, com foco nos campos da representação e do imaginário, da construção e transformação de significados, valores e comportamentos. Os estudos se dão através de ensaios sobre as representações em documentos diversos em sua construção histórica: narrativas, memórias, relatórios, artes plásticas, música, cinema, literatura, ciências e nas configurações do espaço natural e habitado em sua transformação, inserindo mutuamente cultura e espaço (paisagem). Continue Lendo “LINHA DE PESQUISA E AÇÃO: HISTÓRIA DA CULTURA E DA PAISAGEM”

LINGUAGEM E METODOLOGIA PROJETUAL

LINGUAGEM E METODOLOGIA PROJETUAL

É uma linha de trabalho que visa subsidiar as disciplinas obrigatórias de planejamento e projeto e optativas projetuais. Em sua essência, são estudos reunindo referências, atualização de material de apoio, organização de conteúdos e referências de apoio, elaboração de exercícios didáticos criativos e de apropriação de metodologias. A natureza aplicada desses estudos é um pressuposto do preparo contínuo de disciplinas básicas da formação do Arquiteto e Urbanista na área Paisagem e Ambiente. Novos problemas surgem, configurações de paisagem demandam novas compreensões, e os próprios alunos colocam novas necessidades e dificuldades cuja reflexão e estudo antecedem a organização de programas, exercícios, referências, a organização da disciplina renova-se propondo novos objetos e contextos, novos temas e abordagens.

 

 

para citar este artigo:


SANDEVILLE JR., Euler. “Linguagem e Metodologia Projetual”. Núcleo de Estudos da Paisagem, on line, 2017. Disponível em https://nep.arq.br/2018/03/15/linguagem-e-metodologia-projetual/ acesso em XX/XX/201X.

[para citar este artigo conforme normas acadêmicas, copie e cole a referência acima (atualize dia, mês, ano da visita ao sítio)]


núcleo de estudos da paisagem
a natureza e o tempo (o mundo)
uma proposta de euler sandeville

 

Licença de Uso 

Entre em contado conosco 

modelo de como citar outro material deste sítio 

 

 

 

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

LINHA DE PESQUISA E AÇÃO: PROCESSOS COLABORATIVOS E AÇÕES EDUCATIVAS

PAISAGEM, CULTURA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL: PROCESSOS COLABORATIVOS DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS E AÇÕES EDUCATIVAS (linha de pesquisa docente, 2001, em curso)

Corresponde à linha de pesquisa e ação do NEP: Processos Colaborativos e Ações Educativas

As pesquisas e ações se organizam na aprendizagem colaborativa a partir de fundamentos éticos e sensíveis propostos nos princípios e postulações da Espiral da Sensibilidade e do Conhecimento e na formulação de Conceitos e Métodos Participantes no Estudo da Paisagem, da Natureza e da Cidade, a partir da proposição das Paisagens como Experiências Partilhadas e Socialmente Construídas, reconhecendo suas tensões e contradições, evidenciando o drama humano que abrigam em sua dimensão histórica, ecológica e cultural. Tem como objetivo a concepção e participação em Processos Colaborativos de Aprendizagem em Ação para compreensão e transformação das paisagens em que vivemos, sobretudo com comunidades periféricas e escolas públicas. Continue Lendo “LINHA DE PESQUISA E AÇÃO: PROCESSOS COLABORATIVOS E AÇÕES EDUCATIVAS”

outros projetos (anteriores a 2001)

2000-2002 AMBIENTE, PAISAGEM E GLOBALIZAÇÃO NO PLANEJAMENTO ESPACIAL PARA LAZER, TURISMO E HOSPEDAGEM
Descrição: Esta investigação buscou um enquadramento conceitual para a apropriação que atividades de lazer, turismo e hospedagem fazem da paisagem contemporânea e do tipo (qualidade) de fruição que estimulam. Caracteriza-se como pesquisa exploratória, a fim de investigar aspectos e condicionantes gerais que permitam uma primeira aproximação do tema, procurando entender os fenômenos em uma perspectiva integradora e abrangente. Reconhece o dinamismo desse segmento nas atuais tendências de globalização, a especificidade cultural, ecológica e social das paisagens que lhe dão suporte e nas quais tais empreendimentos se isolam ou integram aos contextos ambientais em que se inserem, investiga-se com base nesse quadro referencial o papel e o alcance do emprego de técnicas de planejamento e desenho ambiental na conservação e desenvolvimento de qualidades locais e no sucesso desses empreendimentos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico ( 1) .
Integrantes: Euler Sandeville – Coordenador / Luiz Claudio Gonçalves – Integrante.

1997 – 2000    METODOLOGIAS DE PESQUISA EM HISTÓRIA DA ARQUITETURA E DO URBANISMO****
Descrição: O trabalho foi desenvolvido nas Universidades Católica de Santos, Braz Cubas e Bandeirantes. Definia uma estratégia de inserir no curso regular programas de formação do aluno para pesquisa em Arquitetura e Urbanismo, na cidade de origem do curso, no âmbito de disciplinas de Teoria e História. O método foi desenvolvido a partir de pesquisas anteriormente realizadas pelo docente, e envolvia o levantamento de documentação primária, entrevistas, visitas e outros procedimentos. Entre os resultados notáveis, na Uniban conseguimos identificar autoria de Niemeyer no projeto da antiga Gastroclínica através de planta assinada, e em especial, de maior repercussão, um trabalho que propus que a aluna Lilian Paiva protocolasse no Condephaat pedindo e informando o tombamento da Catedral da Sé. O que ocorreu (20 jun 2016 TOMBAMENTO Ato 1840 PRAÇA DA SÉ E CATEDRAL METROPOLITANA DE SÃO PAULO) em 2016, 17 anos depois, o que para mim ilustra a duração dos processos de ensino e aprendizagem e suas possibilidades muito além de qualquer imediatismo e, dentro de limites, das próprias condições que nos são impostas. Este fato me levou a inserir esta observação no Lattes, pois além da alegria de receber esse retorno, deve nos fazer pensar na natureza do ensino, tão desvalorizado inclusive neste programa que ignora toda a produção docente em aulas!.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Euler Sandeville – Coordenador.
Continue Lendo “outros projetos (anteriores a 2001)”

ORIENTAÇÃO A PESQUISAS

ORIENTAÇÃO A PESQUISAS

Nesta seção são disponibilizados os trabalhos já concluídos. Com o tempo iremos disponibilizar linques para baixar trabalhos.

A seção ainda não está atualizada.

 

Supervisão de pós-doutorado

1.     Solange Moura Lima de Aragão. 2012. Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Euler Sandeville.

Teses de doutorado

1.     ANGILELI, Cecilia Maria de Morais Machado. Chão. 2012. Tese (Doutorado em Paisagem e Ambiente). Orientador: Euler Sandeville. – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulodoi:10.11606/T.16.2012.tde-30082012-092124. Acesso em: 2018-03-08.

2.     Silvia Valentini. OS SENTIDOS DA PAISAGEM. 2012. Tese (Doutorado em ARQUITETURA E URBANISMO) – Universidade de São Paulo, . Orientador: Euler Sandeville.
Continue Lendo “ORIENTAÇÃO A PESQUISAS”

PESQUISA E EXTENSÃO (2001-2016)

PROJETOS DE PESQUISA E EXTENSÃO (2001-2016)

Os projetos indicados nesta página estão encerrados.

2003-2015 PROCESSOS COLABORATIVOS E APRENDIZAGEM EM AÇÃO
Descrição: A proposta de uma UNIVERSIDADE LIVRE E COLABORATIVA foi um projeto definido em processo, a partir da qual o Núcleo de Estudos da Paisagem do LABCIDADE pauta uma parte relevante de suas pesquisas e projetos didáticos e que tem encontrado parceiros importantes em vários momentos na cidade. Vem se solidificando desde 2011 com as parcerias na região de Perus, tendo como referência territorial além dos distritos de Anhanguera e Perus, a região definida a partir dos Parques do Juqueri, Jaraguá e Anhanguera. Essa era uma proposta que havia na criação do Núcleo de estudos da Paisagem em 2003, e que veio a se mostrar convergente com projetos já existentes nessa região, sobretudo a partir dos parceiros em Perus. No entanto, diversas foram as experimentações didáticas anteriores (realizadas pelo grupo) sob essa perspectiva. Já se desenvolveram ações através de disciplinas em Atibaia (2007), Heliópolis (2009), Brasilândia (2010) e Perus (2012 e 2013) além de pesquisas de iniciação a doutorado em Brasilândia, Heliópolis, Jardim Julieta, Perus e na área de mananciais na zona sul.. Continue Lendo “PESQUISA E EXTENSÃO (2001-2016)”

Euler Sandeville: MESTRADO, DOUTORADO, LIVRE DOCÊNCIA

Mestrado (1987-1994)

Doutorado (1994 – 1999)

Livre Docência (2011)

 

 

1987 – 1994    A HERANÇA DA PAISAGEM (Mestrado)
Euler Sandeville Jr.. Orientadora Miranda Martinelli Magnoli.

Descrição: O trabalho divide-se em três partes, Continue Lendo “Euler Sandeville: MESTRADO, DOUTORADO, LIVRE DOCÊNCIA”

%d blogueiros gostam disto: