AUP5883 PAISAGENS CONTEMPORÂNEAS: CONTRACULTURA E RESISTÊNCIA – 2018

DISCIPLINA AUP5883 PAISAGENS CONTEMPORÂNEAS: CONTRACULTURA E RESISTÊNCIA
…….FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DA USP
…….PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO
ATUALIZADO 25/04/2018

Prof. Euler Sandeville Junior
Prof. Jorge Bassani
terças das 18:30 às 22:30
(10 encontros de 06/3 a 29/05, bonus track 08/05 e 05/06, 9 créditos)

OBJETIVOS

A disciplina propõe a trabalhar criticamente um material temático recortado a partir de movimentos artísticos, culturais e de ativismo de inspiração libertária, (1.) analisando seus processos criativos e a relação arte-vida cotidiana a partir da experiência vivenciada até sua constituição como produtos, (2.) estudando poéticas colaborativas de resistência cultural e transformação de comportamentos como construção de autonomia política e cognitiva em ação, e seu diálogo conflitante na disputa ideológica, comunicativa, econômica pelo e no espaço público.

PROPOSTA PARA 2018: SENSIBILIDADES E PRÁTICAS CONTEMPORÂNEAS Continue Lendo “AUP5883 PAISAGENS CONTEMPORÂNEAS: CONTRACULTURA E RESISTÊNCIA – 2018”

DISCIPLINAS DE PÓS-GRADUAÇÃO

DISCIPLINAS DE PÓS-GRADUAÇÃO

MINISTRADAS NA FAU, NO PROCAM E NA FFLCH USP

 

é preciso aprender a ver o que está além do imediato e, no imediato, reconhecer sua natureza

TABACARIA

Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.
(…)
      Álvaro de Campos, 15-1-1928    clique aqui para ler o poema na íntegra

 

A transitividade crítica, […], se caracteriza pela profundidade na interpretação dos problemas. Pela substituição de explicações mágicas por princípios causais. Por procurar testar os achados e se dispor sempre a revisões. Por despir-se ao máximo de preconceitos na análise dos problemas. Na sua apreensão, esforçar-se por evitar deformações. Por negar a transferência da responsabilidade. Pela recusa de posições quietistas. Pela aceitação da massificação como um fato, esforçando-se, porém, pela humanização do homem. Por segurança na argumentação. Pelo gosto do debate. Por maior dose de racionalidade. Pela apreensão e receptividade a tudo o que é novo. Por se inclinar sempre a arguições.
      FREIRE, Paulo. Educação e atualidade brasileira. São Paulo: IPF/Cortez, 2001.

 

2018
______________________________________________

primeiro semestre:

AUP5883 PAISAGENS CONTEMPORÂNEAS: CONTRACULTURA E RESISTÊNCIA, 2018. Prof. Resp. Euler Sandeville Junior, Jorge Bassani

A disciplina propõe a trabalhar criticamente um material temático recortado a partir de movimentos artísticos, culturais e de ativismo de inspiração libertária, a partir do marco do final da Segunda Guerra Mundial. A cada oferecimento é pensada uma abordagem específica, já tendo sido trabalhados os seguintes temas: Contracultura (2008, 2010), Tropicalismo (2013), América (2015).

Para 2018 a temática será o Mundo Contemporâneo, a partir de três aproximações sucessivas: do Iluminismo até hoje; do final da Segunda Guerra até hoje; de 2001 até hoje, a partir de abordagens temáticas que atravessam essas durações e de eventos nelas circunscritos, tais como Teoria e Prática do Conhecimento, Resistência Não Violenta, Contemporaneidade. Continue Lendo “DISCIPLINAS DE PÓS-GRADUAÇÃO”