AUP0569 – PLANEJAMENTO DE BAIRROS, 2018b

AUP0569 – PLANEJAMENTO DE BAIRROS, 2018, segundo semestre
FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DA USP
DISCIPLINA OPTATIVA

Professor Euler Sandeville Jr.
Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos (CIEJA) Perus I
https://nep.arq.br/2018/07/10/aup0569-planejamento-de-bairros-2018b/

Projeto Construção do território, Território Vivido, NEP CIEJA Perus
grupo de estudos do Núcleo de Estudos da Paisagem – NEP sobre o Território de Interesse da Cultura e da Paisagem Jaraguá Perus – TICP JP
colaboração com movimentos sociais que desenvolvem o TICP Jaraguá Perus.

A disciplina é aberta à participação de moradores.

Créditos Aula: 4 . Créditos Trabalho: 1. Carga Horária Total: 90 h . Tipo: Semestral

Objetivos da disciplina

Desenvolver a capacitação específica do arquiteto de atuar no planejamento participativo local, através da elaboração de planos de bairro, relacionando-os com as demais escalas de planejamento territorial, considerando aspectos sociais, culturais e ambientais e da gestão integrada e participativa de serviços e equipamentos públicos, bem como sua articulação com processos de planejamento e gestão democrática mais amplos.

Programa Resumido
Continuar lendo

AUP 0654 – PROJETO DA PAISAGEM e AUP 0282 – DESENHO URBANO – 2018a

PROGRAMA – DISCIPLINAS INTEGRADAS – 1º SEMESTRE DE 2018
AUP 0654 – Projeto da Paisagem (3ª feira )
AUP 0282 – Desenho Urbano e Projeto dos Espaços da Cidade (5ª e 6ª feira)

Professores AUP 0654
Profa. Dra. Catharina P. C. dos Santos Lima
Prof. Dr. Eugenio Fernandes Queiroga
Prof. Dr. Euler Sandeville
Prof. Dr. Fábio Mariz Gonçalves
Prof. Dr. Leonardo Loyolla Coelho
Prof. Dr. Silvio Soares Macedo

Professores AUP 0282 :
Prof. Dr. Eduardo Alberto Cusce Nobre
Prof. Dr. João Sette Whitaker Ferreira
Profa. Dra. Karina Oliveira Leitão
Profa. Dra. Marta Lagrecca
Profa. Dra. Maria Lucia Refinetti Martins

Monitores: (completar)
Marco Massari – doutorando
Renata Crivelli Portella – graduação

* PLANO DE AULAS MATERIAL DE APOIO *

PROGRAMA

Continuar lendo

AUP 652 – PLANEJAMENTO DA PAISAGEM – 2018a – APOIO DIDÁTICO

MATERIAL DE APOIO DIDÁTICO
AUP 652 – PLANEJAMENTO DA PAISAGEM – 2018a

Atlas (c. 1602?) no Teatro delle Acque (Teatro das Águas), de Carlo
Maderno e Orazio Olivieri. Villa Aldobrandini (Villa Belvedere), Frascati,
na Província de Roma, região do Lácio. Construída pelo Cardeal Pietro
Aldobrandini, sobrinho do Papa Clemente VIII, sobre um edifício pré-existente,
de 1550. Arquitecto Giacomo della Porta (1598 a 1602), Carlo Maderno e
Giovanni Fontana (1602-1621) pelos arquitectos. Disponível em http://www.atlasofdigitaldamages.info/v1/  Acesso em 20/01/2016.

 

ECOLOGIA E ECOLOGIA DA PAISAGEM

A vegetação nativa. Euler Sandeville. (glossário)

As engrenagens da floresta. A perda de mais de 60% da vegetação nativa de uma região leva a alterações profundas em seu funcionamento. MARIA GUIMARÃES | Revista Pesquisa FAPESP ED. 264 | FEVEREIRO 2018. Disponível em revistapesquisa.fapesp.br/2018/02/15/as-engrenagens-da-floresta/

METZGER, Jean Paul (2001). O que é ecologia de paisagens? disponível em biotaneotropica.org.br/v1n12/pt/item?thematic-review acesso em 25/01/2005.

BERTRAND, Georges. Paisagem e geografia física global. Esboço metodológico. R. RA ́E GA, Curitiba Editora UFPR, n. 8, p. 141-152, 2004.

Ilhas de floresta. Trechos isolados de Mata Atlântica abrigam menos espécies de plantas e de animais. MARIA GUIMARÃES | Revista Pesquisa FAPESP ED. 153 | NOVEMBRO 2008

TFGs NA ÁREA DE ESTUDO
Continuar lendo

AUP 652 – PLANEJAMENTO DA PAISAGEM – 2018a – PROGRAMA

AUP 652 PLANEJAMENTO DA PAISAGEM
Disciplina Obrigatória – 6 créditos (04 créditos-aula + 01 crédito-trabalho)

DOC. 01/AUP652/2018
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo
Departamento de Projeto Grupo de Disciplinas Paisagem e Ambiente
1o semestre 2018

Professores
Dr. Euler Sandeville Jr
Dr. Fabio Mariz Gonçalves
Dr. Leonardo Loyolla Coelho
Dr. Paulo Renato Mesquita Pellegrino
Dr. Silvio Soares Macedo

Monitoria
Dra. Adriana Afonso Sandre
Gabriela Vaz Sant’Anna

PROGRAMA

baixe aqui o calendário da disciplina em pdf

programe-se: baixe aqui um arquivo pdf com calendário da disciplina com as semanas

EXERCÍCIO 1  * EXERCÍCIO 2 * MATERIAL DE APOIO *

OBJETIVO

A disciplina introduz conceitos de sustentabilidade, resiliência e adaptação ambiental e social de paisagens urbanas e peri-urbanas, através do desenvolvimento de um plano paisagístico, desde a escala de uma bacia hidrográfica até a de vizinhança, permitindo no primeiro semestre de 2018 sua integração com as áreas de projeto da Disciplina AUP160 – Arquitetura Projeto 3 – Habitação. Continuar lendo

AUP 652 – PLANEJAMENTO DA PAISAGEM – 2018a – EXERCÍCIO 1

 AUP 652 – PLANEJAMENTO DA PAISAGEM
Disciplina Obrigatória – 6 créditos (04 créditos-aula + 01crédito-trabalho)

DOC. 03/AUP652/2018
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo
Departamento de Projeto – Grupo de Disciplinas Paisagem e Ambiente
1º semestre 2018

Professores:
Dr. Euler Sandeville Jr
Dr. Fabio Mariz Gonçalves
Dr. Leonardo Loyolla Coelho
Dr. Paulo Renato Mesquita Pellegrino
Dr. Silvio Soares Macedo

Monitoria:
Dra. Adriana Afonso Sandre
Gabriela Vaz Sant’Anna

Exercício 1 – Introdução aos conceitos e métodos do Planejamento da Paisagem (consulte também * MATERIAL DE APOIO *) Continuar lendo

AUP5883 PAISAGENS CONTEMPORÂNEAS: CONTRACULTURA E RESISTÊNCIA – 2018

DISCIPLINA AUP5883 PAISAGENS CONTEMPORÂNEAS: CONTRACULTURA E RESISTÊNCIA
…….FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DA USP
…….PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO
ATUALIZADO 25/04/2018

Prof. Euler Sandeville Junior
Prof. Jorge Bassani
terças das 18:30 às 22:30
(10 encontros de 06/3 a 29/05, bonus track 08/05 e 05/06, 9 créditos)

OBJETIVOS

A disciplina propõe a trabalhar criticamente um material temático recortado a partir de movimentos artísticos, culturais e de ativismo de inspiração libertária, (1.) analisando seus processos criativos e a relação arte-vida cotidiana a partir da experiência vivenciada até sua constituição como produtos, (2.) estudando poéticas colaborativas de resistência cultural e transformação de comportamentos como construção de autonomia política e cognitiva em ação, e seu diálogo conflitante na disputa ideológica, comunicativa, econômica pelo e no espaço público.

PROPOSTA PARA 2018: SENSIBILIDADES E PRÁTICAS CONTEMPORÂNEAS Continuar lendo