4555576869717274778996010812, o código da cultura

4555576869717274778996010812
código de barras da cultura
Euler Sandeville Jr. (2007)

 

Os eventos destacados para compor o código, e que devem expressar vários dos aspetos que se deseja indagar, estão listados abaixo. Os eventos da história nacional brasileira não foram incluídos na constituição desse código, em um primeiro momento… Foi um projeto iniciado em 2007, incorporado agora no projeto A Natureza e o tempo (o Mundo), em cujo blog este material será desenvolvido.

Figura 1  (acima). Eventos indicados no código, discriminados a seguir. Organização Euler Sandeville, 2007.

Continue Lendo “4555576869717274778996010812, o código da cultura”

espiral da sensibilidade e do conhecimento: uma proposta poética de ação (2011)

ESPIRAL DA SENSIBILIDADE E DO CONHECIMENTO: UMA PROPOSTA POÉTICA DE AÇÃO

Euler Sandeville Jr. (2011, pequena revisão em 2017)

 

Ilustração 1: Itatiaia, 2006. Errâncias urbanas e naturais, processos de criação artística e expressão espontânea, experiências nos limites da consciência e da paixão. Foto Euler Sandeville Jr.

Continue Lendo “espiral da sensibilidade e do conhecimento: uma proposta poética de ação (2011)”

Manifesto Espiral 2008

MANIFESTO ESPIRAL
versão 2.5 (2003/2008 jan-dez)
Espiral da Sensibilidade e do Conhecimento
Euler Sandeville Junior

 

Espiral: da Sensibilidade, Conhecimento, Liberdade  é uma condição, uma esperança, um desafio íntimo e uma forma de propor a ação. É a necessidade de uma construção poética e significante na relação com o ambiente e os outros, possível apenas em ação.

 

o sentido da espiral indaga a alma no espaço virtualmente coletivo

Continue Lendo “Manifesto Espiral 2008”

Manifesto Espiral 2003

ESPIRAL DA SENSIBILIDADE E DO CONHECIMENTO
MEMORIAL 2003
Euler Sandeville Jr.

 

o sentido da espiral indaga a alma no espaço virtualmente coletivo

 

Rio Tiburtino, em Mucugê, BA. Que significados nos traz a paisagem refletida na água em um trecho tão sereno do rio, logo antes de algumas quedas? Quais os sentidos da água na paisagem? Quais os sentidos da paisagem para nós? E a pergunta que nos deve ensinar as outras: quais os nossos sentidos na paisagem?

Figura 1. Rio Tiburtino, em Mucugê, BA. Foto Euler Sandeville, jan. 1999.

 

o sentido da espiral indaga a alma no espaço virtualmente coletivo

Continue Lendo “Manifesto Espiral 2003”

%d blogueiros gostam disto: