espiral da sensibilidade e do conhecimento: uma proposta poética de ação (2011)

ESPIRAL DA SENSIBILIDADE E DO CONHECIMENTO: UMA PROPOSTA POÉTICA DE AÇÃO

Euler Sandeville Jr. (2011, pequena revisão em 2017)

 

Ilustração 1: Itatiaia, 2006. Errâncias urbanas e naturais, processos de criação artística e expressão espontânea, experiências nos limites da consciência e da paixão. Foto Euler Sandeville Jr.

Continue Lendo “espiral da sensibilidade e do conhecimento: uma proposta poética de ação (2011)”

Manifesto Espiral 2008

MANIFESTO ESPIRAL
versão 2.5 (2003/2008 jan-dez)
Espiral da Sensibilidade e do Conhecimento
Euler Sandeville Junior

 

Espiral: da Sensibilidade, Conhecimento, Liberdade  é uma condição, uma esperança, um desafio íntimo e uma forma de propor a ação. É a necessidade de uma construção poética e significante na relação com o ambiente e os outros, possível apenas em ação.

 

o sentido da espiral indaga a alma no espaço virtualmente coletivo

Continue Lendo “Manifesto Espiral 2008”

Manifesto Espiral 2003

ESPIRAL DA SENSIBILIDADE E DO CONHECIMENTO
MEMORIAL 2003
Euler Sandeville Jr.

 

o sentido da espiral indaga a alma no espaço virtualmente coletivo

 

Rio Tiburtino, em Mucugê, BA. Que significados nos traz a paisagem refletida na água em um trecho tão sereno do rio, logo antes de algumas quedas? Quais os sentidos da água na paisagem? Quais os sentidos da paisagem para nós? E a pergunta que nos deve ensinar as outras: quais os nossos sentidos na paisagem?

Figura 1. Rio Tiburtino, em Mucugê, BA. Foto Euler Sandeville, jan. 1999.

 

o sentido da espiral indaga a alma no espaço virtualmente coletivo

Continue Lendo “Manifesto Espiral 2003”

%d blogueiros gostam disto: